Operação Padroeira reforça a segurança no litoral e rodovias

Ação da PM será realizada até a próxima quarta-feira

Mais de 21 mil policiais serão destacados para a Operação Padroeira | Foto: Governo de SP
Mais de 21 mil policiais serão destacados para a Operação Padroeira | Foto: Governo de SP

A Polícia Militar colocará em andamento, a partir da 0 hora desta sexta-feira, 8, a Operação Padroeira. A ação, que segue até a quarta-feira, 13, visa intensificar a segurança durante as comemorações em homenagem à Nossa Senhora Aparecida, em toda a malha rodoviária do Estado de São Paulo, além de esquemas especiais de segurança no litoral.

Mais notícias

-  Feriado prolongado: Previsão é de chuva no litoral

- Curta Santos tem inscrições abertas para obras audiovisuais  

A Secretaria da Segurança Pública do Estado informou que mais de 21 mil policiais serão destacados para desempenhar as atividades operacionais diariamente. O efetivo conta com apoio de cerca de 9 mil viaturas de duas e quatro rodas, além de 35 cavalos, 11 helicópteros e oito drones.

Para as atividades ao longo dos 22 mil quilômetros de rodovias estaduais será empregado todo o efetivo do Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), e materiais disponíveis, distribuindo-os nos locais de maior incidência criminal para garantir a segurança de todos que necessitem fazer deslocamentos.

Os policiais contam com drones, binóculos e radares portáteis, intensificando a fiscalização de limites de velocidade, ultrapassagens, uso de cinto de segurança e outros equipamentos e uso indevido de celular ao volante. Além disso, haverá ações direcionadas para coibir o consumo de álcool.

A SSP lembra aos motoristas que, quem for flagrado dirigindo embriagado será multado e poderá ter o veículo apreendido. O condutor ainda poderá ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa, além de responder criminalmente. As atividades ainda contam com o apoio das Concessionárias de Rodovias, da Agência de Transporte do Estado (Artesp), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e outros órgãos.

Também haverá empenho do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) com a intensificação do patrulhamento devido a extensa área de mata e dos comandos de policiamento de Aviação da PM, de Trânsito e de Choque, e do Corpo de Bombeiros, que atuarão nas ações ostensivas de resgates, de fiscalização e de prevenção de incêndios, busca e salvamento e situações de emergência.

Reforço no litoral

A Operação Padroeira também reforçará o policiamento na região do Comando de Policiamento do Interior 1 (CPI-1), que abrange o Vale do Paraíba e Litoral Norte. Além disso, haverá esquemas especiais no litoral sul, em estâncias turísticas e na capital.

Segundo a SSP, o policiamento será exercido pelo efetivo local e reforçado com o efetivo da tropa especializada, no intuito de aumentar a percepção de segurança e combater a criminalidade, principalmente nas áreas com grande fluxo de pessoas.

As equipes serão distribuídas em locais estratégicos de praias, e mediações de igrejas e shoppings, centros populares de áreas comerciais, restaurantes e áreas bancárias nos períodos noturnos.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem