Mais de 60kg de drogas são apreendidas em condomínio de luxo

Caso fossem para as ruas, entorpecentes teriam valor de R$ 1,8 milhão

Mais de 53 quilos de cocaína e 11,5 de crack estavam no local | Foto: Divulgação/Polícia Civil
Mais de 53 quilos de cocaína e 11,5 de crack estavam no local | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma grande quantidade de drogas foi apreendida pela Polícia Civil de Guarujá no condomínio de luxo Jardim Acapulco, na tarde de quinta-feira, 7. A informação é de que, nas ruas, as drogas chegariam ao valor de R$ 1,8 milhão.

Mais notícias

-  Feriado prolongado: Previsão é de chuva no litoral

- Curta Santos tem inscrições abertas para obras audiovisuais

As investigações iniciaram a partir de denúncias que apontaram o local como armazém do tráfico, por isso, foram realizadas campanas para confirmar as informações. Neste período, os policiais civis da Delegacia Sede de Guarujá identificaram dois suspeitos, conhecidos por envolvimento com o tráfico, frequentando o local. 

Munidos com mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, os policiais retornaram à residência, localizada na rua Oitenta e Um. Quando chegaram, não havia ninguém na residência, no entanto, a chave foi localizada oculta no jardim.

No andar superior da residência de alto padrão, os policiais encontraram os entorpecentes acondicionados em malas e mochilas, além de uma sacola de pano. Todo o material apreendido foi encaminhado à delegacia, sendo diversos tijolos de cocaína que somaram 53 quilos, e pedras de crack que totalizaram 11,5 quilos. Quatro telefones celulares também foram apreendidos. Segundo informações do Deinter-6, caso estes entorpecentes fossem para as ruas, teriam valor aproximado de R$ 1,8 milhão. 

Sobre a localização do depósito de drogas, o delegado titular do DP Sede, Sérgio Nassur, acredita que pode ter sido intencional. "Chama a atenção o local em que a casa se situa, um condomínio de alto padrão. Você não imagina que seria usado para esse tipo de finalidade, mas provavelmente, quem o fez, imaginou isso mesmo", comentou.

A polícia ainda não possui informações sobre o paradeiro dos suspeitos, no entanto, descobriu que um deles residia no imóvel. O proprietário da casa foi identificado, mas ainda não foi localizado. Um inquérito policial foi instaurado.


Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem