Corpo de jovem desaparecida é concretado em obra

Cadáver foi encontrado embaixo de escadaria de obra em andamento

Homem de 56 anos é acusado pelo homicídio e ocultação de cadáver | Foto: Divulgação/Polícia Civil
Homem de 56 anos é acusado pelo homicídio e ocultação de cadáver | Foto: Divulgação/Polícia Civil

O corpo de uma jovem de 25 anos, que estava desaparecida desde o dia 27, em São Vicente, foi encontrado na tarde desta terça-feira, 5. O cadáver da vítima foi descoberto concretado debaixo de uma  escadaria de uma obra em andamento. O acusado pelo homicídio, um homem de 56 anos, pedreiro da obra, foi preso por policiais da 3ª Delegacia de Investigações sobre Homicídios da Deic, do Deinter-6.

-  Feriado prolongado: Previsão é de chuva no litoral

Durante as investigações para localizar a jovem, os policiais verificaram que ela esteve em uma obra localizada na rua Senador Lucio Bittencourt, onde teria se encontrado com o pedreiro. Questionado o suspeito afirmou ter permanecido com a vítima até as 21h15 do dia do seu desaparecimento. Ainda, disse que, após relações sexuais e o uso de drogas, ela teria ido embora. 

O responsável pela obra também foi questionado pela polícia, e revelou que ela aparecia no local esporadicamente para falar com o pedreiro, no entanto, não soube informar seu paradeiro. Em averiguação pela obra, os investigadores encontraram pinos plásticos vazios, geralmente usados para acondicionar cocaína, além de uma sacola com calcinhas na parte superior da edificação em construção. Todo o material foi apreendido. 

Corpo concretado

Segundo informado pela polícia, o proprietário do imóvel foi indagado sobre áreas recém concretadas ou frescas. No momento ele negou, entretanto, nesta terça-feira, após refletir sobre a possibilidade, notou que o vão embaixo da escada havia sido fechado. O acabamento estava mal feito, o que levantou sua suspeita. Ele golpeou uma vez o local e, imediatamente, sentiu um forte odor de putrefação. 

A Polícia Civil foi acionada e, ao derrubar parte da parede, localizou o corpo da jovem desaparecida. O cadáver, encontrado nu e com uma camiseta enrolada no pescoço, foi removido com o apoio do Corpo de Bombeiros. 

Os investigadores se dirigiram imediatamente à residência do pedreiro, onde ele foi preso em flagrante pelo crime de ocultação de cadáver. A Polícia Civil informou que o acusado também confessou ter matado a vítima, por meio de estrangulamento, com a camiseta, após o ato sexual. Por isso, ele recebeu voz de prisão também por esse crime.

O acusado apontou um segundo envolvido no crime, um homem de 35 anos, que também foi preso.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem