Ilhabela reabre Fazenda Engenho D’Água para visitação

Reabertura integra as comemorações de 216 anos de emancipação da cidade

Fazenda Engenho D'Água de Ilhabela
História da Fazenda é contada em exposição com 24 painéis | Divulgação/PMI

A Fazenda Engenho D’Água, em Ilhabela, foi oficialmente reaberta na quarta-feira, 22, como parte das comemorações dos 216 anos de Emancipação Político-Administrativa da cidade. A ação foi marcada por uma cerimônia com o início de uma exposição com 24 painéis contando a história do local. A exposição retrata os anos de atividades da Fazenda, que entre os principais cultivos estava a cana-de-açúcar e produção de cachaça. Os visitantes poderão ser conhecer os alambiques, o engenho, a casa grande e os jardins.

Também na cerimônia de reabertura, foi lançado o livreto com o tema “A Fazenda Engenho D’Água e os engenhos de Ilhabela”. O secretário de Cultura, Marquinhos Guti, disse que a reabertura da Fazenda Engenho D’Água era muito esperada e envolveu dezenas de pessoas. “Quero agradecer a todos que ajudaram a reabrir esse patrimônio tão importante para Ilhabela. Aproveitamos a oportunidade para lançarmos o livro sobre a Fazenda e os engenhos de Ilhabela. Conseguimos depois de muito tempo o AVCB do Corpo de Bombeiros e estamos devolvendo esse patrimônio para a população”, comenta.

O arqueólogo Plácido Cali fez questão de destacar o trabalho para reabertura da Fazenda. “Foi um longo caminho pela abertura irrestrita da Fazenda. É importante para a população esse patrimônio. Estamos muito felizes”.

A representante da família, Camila Gontieri, agradeceu a todos por reviver essa história, que se tornou um legado para o povo de Ilhabela. “Quero parabenizar a família que cuidou desse patrimônio e a consciência do prefeito Colucci em desapropriar essa área em favor da população de Ilhabela. Estamos conservando o que é do povo de Ilhabela”, disse o secretário de Governo, Cezar De Tullio.

Já o prefeito Toninho Colucci considerou a cerimônia simbólica, mas com um sentimento enorme de preservação. “A Fazenda Engenho D’Água é a história de Ilhabela e é importante preservar esse patrimônio. Temos o engenho mais preservado da região. Nosso objetivo é recuperar todos os engenhos para contarmos a história de Ilhabela. Importante ressaltar que não existe turismo sem história”, finalizou.

As visitas, que são autoguiadas e com controle de acesso, poderão ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 10h às 15 horas, e aos sábados, das 10h às 18 horas. Todos os protocolos de segurança no combate à Covid-19 serão seguidos.

O Parque Municipal Fazenda Engenho D’Água fica na avenida Pedro Paula Moraes, s/nº, Engenho D’Água.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem