Empresa de caminhão tombado em Boiçucanga é autuada em R$ 50 mil

Parte da praia de Maresias permanece interditada até a retirada completa do combustível derramado

Acidente Boiçucanga praia Maresias
Autuação ocorre por emissão de poluentes | Foto: Divulgação/PMSS

A empresa proprietária do caminhão de diesel que tombou e derramou combustível na serra de Boiçucanga, em São Sebastião, foi multada em R$ 50 mil por emissão de poluentes, causando danos à água e ao solo. A multa foi aplicada na terça-feira, pela prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam).

No acidente, que não deixou vítimas, parte do combustível do caminhão vazou e atingiu um curso d’água que desemboca na praia de Maresias. Para evitar a expansão do diesel, foram dispostas barreiras de contenção no córrego e instaladas mantas absorventes nas áreas de terra atingidas. Ainda assim, parte da praia de Maresias continua interditada.

No momento, a empresa está entrando com processo de descontaminação do solo desde o local do acidente, descendo pela serra até o córrego, retirando todos os resíduos. Somente após essa medida a praia estará apropriada e poderá ser novamente liberada.

A prefeitura informou que a situação continua a ser acompanhada in loco, por meio da Defesa Civil e da Semam, em parceria com a Cetesb.

O caminhão foi retirado do local do acidente com o auxílio de um guincho na tarde da terça-feira, 21, e o trânsito na serra de Boiçucanga flui normalmente desde então.

Acidente

O acidente que causou o derramamento de combustível ocorreu na serra de Boiçucanga, no km 157 da rodovia da Rio-Santos. O motorista conseguiu sair do veículo antes do acidente. Devido o vazamento de diesel pelas escotilhas danificadas, a contenção do produto foi dificultada.

As equipes precisaram realizar isolamento de uma área de 300 metros de cada lado, no intuito de reduzir o impacto ambiental e garantir a segurança urbana.

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem